1. Encontrar a modelo

Obviamente, o primeiro passo é ter a outra pessoa com quem colaborar. Não vou entrar aqui em pormenores de como devemos proceder em muito detalhe, pois isso cabe a cada um de vós. Poderão ler livros sobre o assunto, pedir a um colega que vos deixe participar numa sessão fotográfica com modelos, e por aí fora. Quando quiserem avançar pelo próprio pé, podem encontrar modelos não só nas redes sociais mais comuns, mas também em sites como o Model Mayhem. Existiam outros dois sites nacionais, mas até à data de colocação do meu guia, foram fechados por razões que desconheço. Os grupos de fotografia no Facebook também são um bom local para começar.

Ao fotógrafo sem fotografia de modelos no seu portfólio, recomendo ser sempre honesto e mencionar que não existe ainda essa vertente no seu currículo. À modelo que queira ter uma sessão fotográfica, é sempre boa ideia não mencionar que tem aquilo que na realidade não tem (experiência, portfólio, etc.). Em ambos os casos, ser honesto e frontal é sempre uma boa aposta, pois ajudará tanto o fotógrafo como a modelo a sentirem-se mais à vontade um com o outro, sem esperarem demasiado em troca. Outra dica: conversem e falem do que gostam mais numa sessão fotográfica, para mais tarde chegarem a acordo sobre o Tema (falado mais à frente). Para as modelos (sobretudo mulheres): quando um fotógrafo vos diz que tem experiência e vos quer fotografar, peçam o site com o seu portfólio para verem primeiro. Muitos dizem que têm, mas não passam disso. Procurem também informar-se acerca dele, através de amigos ou conhecidos; perguntem se o conhecem e é de confiança. E perguntem-lhe se podem levar acompanhante durante a sessão fotográfica. Caso ele reaja mal a alguma sugestão ou pergunta da vossa parte, recomendo que não avancem para uma sessão fotográfica com ele, pois provavelmente não terá boas intenções.

Um pormenor importante é o Model Release (Autorização de Modelo). Este documento visa proteger os direitos de autor do fotógrafo, e que a modelo tem de assinar para validar a sessão fotográfica. Entre amigos, não é sempre necessário (excepto para algumas aplicações ou sites de internet específicos), mas quando temos uma cara nova para fotografar, é sempre preferível haver este papel. Pessoalmente, imprimo duas cópias, e preencho as duas com a modelo. Cada um (fotógrafo e modelo) fica com uma cópia para si, e ficamos descansados pois eu, fotógrafo, tenho a autorização oficial e por escrito da modelo, para usar as suas fotografias no meu portfólio e nas páginas que eu entender. Ela, por seu lado, fica com o mesmo registo, data, tipo de sessão e local, para saber quais as condições a que dizem respeito o documento que assinou naquele dia. O Model Release é crucial se a modelo for menor de idade, tendo de ser preenchido e assinado pelos seus pais, ou tutor. Em alternativa, posso imprimir apenas uma cópia, e envio posteriormente assinada e devidamente preenchida por ambas as partes.

Regra #1 para fotografar uma modelo da qual não temos a certeza se é maior de idade: procurar sabê-lo; se tiverem dúvidas sobre a idade, não fotografem! Simples.

Model Release msdesign v3

Este é o meu template de Autorização de Modelo, mas poderão encontrar muitos mais na internet. Os elementos essenciais são o texto que descreve a autorização, o espaço para a fotografia do modelo e campos para ambos assinarem o documento. Eu inseri no meu template algumas opções sobre o tipo de sessão (ver a seguir), bem como o número da sessão e local onde esta se realiza.


Guia Fotográfico | 2. TPF ou pago?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *