5. Local

Tendo decidido de que forma querem fotografar, resta saber onde. Irei enumerar algumas sugestões simples para os cenários mais comuns e, sempre que possível, uma alternativa mais ousada ou apenas diferente do normal:

Praia:

Uma praia tem um enorme potencial enquanto cenário (quase) infinito. Excelente para fotografar ao longe e usarmos uma tele-objectiva para desfocar o fundo e dar toda a atenção à modelo. Ou aproximamo-nos para um close-up e focarmos os pormenores como gotas de água…

Roupas: biquinis, vestidos de verão, lenços, combinem estes com chapéus de palha e facilmente terão boas fotos.

Alternativa: um nú artístico na praia é algo que pode ser complicado de conseguir se for uma praia movimentada, mas nas condições próprias, podemos conseguir resultados excelentes. Procurem locais abrigados, atrás de uma rocha; ou precisamente o oposto, numa praia extensa; a própria dimensão da praia acaba por isolar fotógrafo e modelo do resto da multidão ao longe.


Água:

Independentemente de ser numa praia ou piscina, existem alguns planos que podemos conseguir em que o único cenário de fundo visível na fotografia é a água. Pelo que pode ser uma boa opção falar da água enquanto cenário propriamente dito. Podem jogar com as ondas ou fotografar na calmia da água. Caso tenham algumas rochas por perto, tirem partido delas para fotografar o rebentamento das ondas cuja dinâmica é sempre agradável de capturar.

Roupas: biquini, roupas leves ou translúcidas (com ou sem biquini). Peças simples como tops também resultam bem, experimentem e tirem as conclusões. No caso de modelos femininas com cabelos compridos, recomendo soltarem o cabelo para maior impacto.

Alternativa: caso tenham oportunidade e à vontade mútuo, podem sempre fotografar a modelo sem roupa ou apenas acessórios para alguns planos arrojados em locais controlados (lagoa, banheira, etc.). A água pode tapar parcialmente o corpo, e o resultado é uma imagem com muita sensualidade, mas sem nudez explícita.


Parques e Jardins:

Um jardim é um cenário tradicional, mas sempre eficaz para fotografias de temática primaveril. Desde que não se incomodem com o público que poderá passar por perto, em jardins mais movimentados. Caso seja um recinto com horário e bilhete necessário para acesso, certifiquem-se que poderão fotografar e peçam a autorização devida. Muitos locais têm uma administração que permite estes ensaios, às vezes com um desconto, pois mais tarde irão fazer alguma publicidade indirecta a esse local após a publicação das fotografias. Estudem o espaço para terem uma noção do cenário e das estruturas disponíveis no local que poderão usar nas fotografias.

Roupas: vestidos, saias, tops, blusas pormenorizadas e outras peças sofisticadas. Também acessórios como colares ou pulseiras. Existem jardins & jardins, e dado que não consigo generalizar, o ideal é explorarem bem o espaço se não quiserem ser apanhados de surpresa.

Alternativa: cenários bem cuidados pedem um guarda-roupa cuidado. Se tiverem oportunidade, a modelo que use roupas extravagantes como corpetes ou peças de cores exuberantes e vistosas.


Zona florestal:

À semelhança dos jardins, as zonas florestais também permitem muitas fotografias tradicionais com bom aspecto. Poderão considerá-las como um jardim em bruto no seu estado mais puro.

Roupas: vestidos mais simples, lenços, outras peças sem detalhes ou distracções visuais, mas recomendo usarem calçado extra principalmente se a modelo usar saltos altos. A modelo poderá ter a necessidade de usar calçado alternativo enquanto exploram o cenário. Acima de tudo, escolham roupas e acessórios com as mesmas cores existentes nessa zona, sabendo que os tons de verde, laranjas, vermelhos, rosas, e pretos, são cores que ficam quase sempre bem em qualquer zona florestal.

Alternativa: dada a privacidade da floresta, poderão sempre explorar a possibilidade de fotografias com menos roupa. Uma lingerie, ligas, ou até mesmo sem roupa, dão sempre planos interessantes.


Local abandonado:

Hoje em dia, fala-se muito no Urbex e na exploração de locais abandonados. São locais sempre excelentes para fotografar, com ou sem modelos. Recomendo informarem-se acerca do local que escolherem, pois existem inúmeros locais espalhados por todo o lado (hotéis, albergarias, conventos, sanatórios, fábricas, armazéns, quintas, etc.), sendo que cada um terá a sua história e detalhes próprios. Como chegar lá, onde deixar o transporte, como entrar, é necessário pedir autorização a alguém ou podem explorar à vontade? Podem sempre recorrer à historia do local para recriarem uma cena ou tema relacionado com o mesmo. Acessórios essenciais são toalhas para se sentarem e a modelo trocar de roupa e as obrigatórias lanternas para a exploração do espaço. Toquem nas paredes e sintam os locais antes de se sentarem ou encostarem; alguns locais abandonados há poucos anos mantêm as paredes em boas condições para fotografar: vale sempre a pena serem curiosos e investigarem o espaço que vos rodeia.

Roupas: podemos optar por uma variante baseada em filmes de terror, como peças soltas, camisas de dormir, ou algo mais urbano, como gangas e acessórios a condizer. Procurem as cores existentes nos graffitis e no local para um ensaio de temática mais urbana, ou recriem uma personagem fantasmagórica em corredores que desvanecem no escuro. O tripé pode ser um acessório valioso se quiserem experimentar longas-exposições para efeitos assustadores…

Alternativa: certos locais abandonados permitem fotografias mais íntimas, como lingerie ou até mesmo nú artístico. Se quiserem explorar esta vertente, aconselho sempre cautela, pois existe sempre muito lixo e sujidade. Certifiquem-se que as superfícies onde as modelos se encostam estão limpas e oferecem um nível de conforto mínimo. É boa prática deixar a modelo ambientar-se ao local primeiro, e depois tratam das fotografias.


Cidade / Rua:

A mais modesta rua ou parede poderá recriar um bom ambiente para um ensaio fotográfico mais urbano. Quer procurem um tema mais calmo ou que relembre o espírito agitado de uma cidade, procurem sair durante o dia numa rua na baixa e fotografar sem a preocupação de cenário ou poses trabalhadas. Um tema agitado no meio dos carris do eléctrico, uma fotografia com a modelo do outro lado da rua, etc., é só explorar as possibilidades.

Roupas: gangas, vestidos simples, acessórios como brincos e pulseiras. Se a modelo tiver o cabelo comprido, pode sempre apanhá-lo para recriar um tema mais urbano e moderno. Outra possibilidade que as ruas de uma cidade permitem na fotografia é o apanhado de figuras em 2º plano para aquela fotografia mais casual e espontânea.

Alternativa: se pretendem uma fotografia mais arrojada, poderão sempre jogar com a falta de movimento nas ruas ou algum edifício isolado para uma fotografia rápida com uma combinação de lingerie de alguma forma mais atrevida para aquele toque de ousadia. Paredes brancas ou com grafittis, tudo serve de cenário!


Estúdio / Quarto:

Mesmo que o fotógrafo não tenha estúdio, há espaços disponíveis para alugar por algumas horas a preços acessíveis. Poderão dar uso ao equipamento colocado à disposição pelo estúdio ou fotografar com a luz disponível. Em alternativa, poderão usar um quarto de hotel (mais arrumado que o nosso quarto lá em casa) que também dará um bom cenário.

Roupas: um estúdio tem sempre a privacidade para fotografias com menos roupa, e é o local mais procurado para este tipo de sessões. Mas poderão sempre usar os fundos neutros para certos tipos de fotografias (retrato, books para modelos, fotografias mais específicas para alguma ideia em concreto, etc.). A maior vantagem, para além da privacidade, é o controlo da luminosidade que permite fotografias low-key, imagens cujas zonas escuras originadas pelas sombras são predominantes, deixando apenas iluminando o rosto do modelo ou objecto a fotografar.

Alternativa: fotografias de close-up, ou parte de corpo do modelo, são um pequeno desafio que não é demasiado complicado de se conseguir em estúdio ou num quarto. Fotografar uma macro de pequenas partes do corpo resulta em fotografias muito interessantes, assim como poses mais descontraídas numa cama, sofá, ou local confortável. Outras experiências tiram partido da iluminação através de uma janela para o destaque de silhuetas ou contraluzes interessantes.


4. Zona de Conforto | 6. Poses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *