Mais uma vez, trago outro assunto de importância para os/as leitores/as: o Cancro da Mama. Apesar de ser uma doença que afecta maioritariamente as mulheres, ainda existe 1% deste cancro que se encontra nos homens.

Posto isto, resta-me dizer que, enquanto que os meus artigos não têm o objectivo de esclarecer questões relacionadas com a medicina, gostaria de deixar aqui a minha visão fotográfica para a sensibilização deste tipo de cancro através de um mural de fotografias de todo o tipo de seios femininos.

Desde os mais pequenos aos maiores, com o maior leque possível de etnias, cores de pele e formatos, sendo que algumas das fotos pertencem inclusive a mulheres grávidas. Espalhadas pelo mural, estão também imagens mais marcantes de casos reais de mulheres que se submeteram a algum tipo de intervenção cirúrgica para remover o cancro, tenham ou não ficado sem o peito.

Uma outra questão é a sua dimensão. Enquanto fotógrafo, já tive a oportunidade de fotografar modelos com seios de todos os tamanhos: desde os mais pequenos aos maiores, com aurélas pequenas ou largas, e todas têm a sua beleza. Todas são bonitas. O cancro da mama não escolhe tamanhos, pelo que é importante cada mulher sentir-se bem consigo própria e vigiar atentamente o seu corpo, pois se esta doença chegar a vocês, acreditem, o tamanho do peito vai ser a menor das preocupações…

Com esta abordagem fotográfica a estes dois temas, espero conseguir aproximar e sensibilizar homens e mulheres, quer para esta doença, quer para a auto-estima no corpo de cada mulher.

Do ponto de vista artístico ou social, espero que este meu pequeno artigo vos seja útil. Sintam-se à vontade para comentar este artigo ou até mesmo enviar as vossas fotografias, caso queiram contribuir para este mural. Deixo-vos um desafio: partilhem com as vossas amigas e participem em conjunto neste projecto! A galeria será sempre actualizada à medida que recebo novas fotografias.

O cancro da mama é uma das doenças com maior impacto na nossa sociedade, não só por ser muito frequente, e associado a uma imagem de grande gravidade, mas também porque agride um órgão cheio de simbolismo para a mulher, na maternidade e na feminilidade.

Em infocancro.pt

Se gostariam de contribuir para este mural, poderão enviar as vossas fotografias com ou sem rosto para o email marcio@designefotografia.pt ou, caso prefiram manter o anonimato, usem o botão abaixo. Não tenho forma de saber quem as envia, pelo que a vossa identidade e privacidade estarão garantidas. Para participarem, têm de ter uma idade mínima de 18 anos.

Enviar fotografia



De qualquer forma, as fotos serão editadas e recortadas com o melhor formato possível sem o rosto. Todas e quaisquer marcas pessoais como sinais, cicatrizes identificadoras, piercings ou tatuagens possíveis de ajuste serão removidos sempre que possível. As tatuagens visíveis na galeria acima foram deixadas visíveis a pedido das respectivas voluntárias.

Todas as voluntárias que participem neste projecto terão direito a uma sessão fotográfica gratuita, de tema e local à sua escolha. Entrem em contacto para agendarem o vosso ensaio fotográfico. Obviamente, caso optem por enviar a vossa fotografia pelo formulário aqui no artigo, não terei forma de vos oferecer esta sessão.

Este artigo não é mais que uma visão fotográfica sobre o cancro da mama. Toda e qualquer questão relacionada com a doença deverá ser esclarecida nos centros de saúde com os profissionais competentes. Gostariam de saber mais acerca do assunto? Visitem o site: Infocancro.

Todas as fotografias presentes nesta página foram obtidas em sessões fotográficas com a permissão das respectivas voluntárias maiores de idade, ou enviadas pelas próprias para a sua publicação neste artigo. A marca de água/assinatura visa proteger as imagens enviadas, e é aplicada a todas as fotos com a devida permissão do/a autor/a. Informações retiradas do site infocancro.pt